30 novembro 2007

Auto-Descrição

Por mais que eu tente me definir acho que nunca vou conseguir. Quando nos damos qualidades e defeitos se perde um pouco da graça de descobrir como as pessoas são por dentro.

Além do mais,ninguém nunca se descreve como realmente é.Cada pessoa sabe o que tem verdadeiramente dentro de si.Sabe das suas vontades,seus desejos,seus rancores,suas alegrias.Sabe dos seus sonhos mais profundos e das suas vontades mais proibidas.

E essa a mágica de viver,é maravilhoso ir descobrindo aos poucos os sonhos,as manias das pessoas que gostamos...acho que ai esta a magia dos relacionamentos amorosos e até mesmo entre amigos,pais e filhos...

Quem se define sempre perde algo de si,como se ela estivesse contando somente a metade da história,sem chegar ao final.Por fora não sei como sou ,apenas imagino o que pensam de mim,o que no final das contas pouco me importa.Por dentro sou algo somente meu,um mistério,uma vida,uma alma,um mundo.

Cada pessoa tem um mundo dentro de si,aí esta a graça de viver!

29 novembro 2007

Exagerado



Amor da minha vida
Daqui até a eternidade
Nossos destinos foram traçados
Na maternidade
Paixão cruel, desenfreada
Te trago mil rosas roubadas
Pra desculpar minhas mentiras
Minhas mancadas
Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado
Eu nunca mais vou respirar
Se você não me notar
Eu posso até morrer de fome
Se você não me amar
Por você eu largo tudo
Vou mendigar, roubar, matar
Até nas coisas mais banais
Pra mim é tudo ou nunca mais
Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado
Que por você eu largo tudo
Carreira, dinheiro, canudo
Até nas coisas mais banais
Pra mim é tudo ou nunca mais
Cazuza

21 novembro 2007

A vida NÃO é um ensaio!


Não é fácil esquecer que as coisas infelizmente acabam,que o tempo passa, e que a vida pode não ser o que nós realmente esperamos.

O tempo não para pra ninguém, nem para mim nem para você.E,afinal é difícil aceitar isso.Nossas atitudes de hoje influenciam e mudam o nosso futuro amanhã.

Quem dera que tudo fosse programado ao nascermos. Imagine se uma criança ao nascer fosse avisada que seria muito feliz, teria uma família unida e que nunca seria prejudicado por outro alguém.Ou, que uma criança ao nascer fosse avisada que sofreria muito de fome,dor,maldades.

De certo a vida não é assim, pois uma coisa pré-programada tiraria a magia de "viver",de tornar REAL os nossos sonhos mais impossíveis.E é por isso que nada aqui é fácil,pra ninguém.

Algumas pessoas têm mais oportunidades, mas TODOS nós temos a mesma chance. A de ser feliz!A felicidade ao qual cito não é a material, mas sim a mental. O estado felicidade, mesmo que seja por apenas alguns instantes.


Nossas atitudes influenciam no nosso futuro sim, e todos nós temos a capacidade de sermos felizes!Porque nada que fazemos aqui nesse mundo é feio, nem indigno. Nós não estamos aqui ensaiando, a vida é uma grande peça teatral e SEM ensaios!

Por isso acredite: feio mesmo é não buscar essa tal Dna. Felicidade!

16 novembro 2007

Ponto e vírgula

Há muito não se viam.Chegava a ser triste como o grande amor que viveram havia se transformado em apenas lembranças.Antes estudavam na mesma escola,se viam todos os dias,o amor foi crescendo,aos pouquinhos,a cada dia.

Ele era bem mais velho que ela,e ela amava isso.Impressionante como as mulheres procuram em um homem a imagem de segurança,conforto,resumido a imagem de um pai.

Juraram amor eterno,e sim ela aprendeu muito com ele,ele não,já sabia de todos os jogos e manhãs da vida.Foi com ele também que ela aprendeu a sofrer.

Depois de algum tempo,ele terminou a escola e ingressou na faculdade,ela continuou estudando.Já na se viam todos os dias,e tudo aquilo que aprenderam juntos ficou perdido no tempo,carente de desejo,de amor,de compreensão.

Passaram-se meses,anos.Muitas coisas aconteceram na vida dos dois.Até que um dia ele sentiu muita saudade dela,dos seu amor,do seu carinho.A sua vidinha noturna acabará,as baladas,os amigos,os montes de mulheres.Nada daquilo tinha mais graça pra ele.Resolveu ligar pra ela.Ela ,sentada na sala ouve o telefone tocar.Atendeu.Quis saber quem era.Perguntou.Aquela voz era familiar e lhe causava frio na barriga."Sou eu",ele respondeu.Era ele aquele que mesmo depois de tanto tempo fazia seu coração bater acelerado.Ele,seu primeiro namorado.Tentou esconder a animação com um"-Ah,é você.Como vai?",ele nervoso respondeu que estava bem e queria vê-la pois estava com saudades,ela aceitou dizendo que agora sim colocaria um ponto final na história dos dois.

Se encontraram no cinema e lá todo aquele amor que estava guardado em uma espécie de caixinha voltou a tona.Mas agora era ela quem estava no domínio da situação.

Antes de se despedirem ele perguntou: "-Então,esse é o ponto final da nossa história ou apenas uma vírgula?Ela com um sorriso no estampado no rosto responde : "-Digamos que seja um ponto e vírgula";

14 novembro 2007

Cortar o Tempo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra
vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.




09 novembro 2007

Era uma vez

Era uma vez uma mulher e um homem que se casaram e tiveram uma filhinha.

A filhinha deles não era diferente de nenhuma outra menina,era apenas ela,essencialmente.

Andando sem pensar no que acontecia,sem pensar em mudar,sem nem entender o porque.

Até que apareceu um principe,grande principe aquele,ele estava mais pra um chato de um sapo.E cada sonho que ela tinha,o principe tratava de destruir,e aquilo ia crescendo,seu coração não era suprido do amor que ela nescessitava.Sua vontade era fugir...mas fugir pra onde?

Sempre era assim,a menininha queria agradar aos outros,mesmo fazendo o que não gostava,tentando sempre conseguir o melhor das pessoas.Se apaixonava e sempre quebrava a cara,confiava nas pessoas e sempre era traida.Até que um dia seu castelo de cartas marcadas caiu.Seu mundo caiu,sua vida,seus sonhos...tudo por água a baixo.Que vida vulgar era aquela?O que ela estava fazendo?

E,naquele dia ela resolveu mudar,e fazer TUDO o que ela queria fazer!Se livrou daquela vidinha que levava,e via graça em tudo o que fazia. O ar que respirava lhe dava mais vontade de viver,e tomando banho de chuva sentia toda a sua vida aflorada em cada centimetro de seu corpo.
Encontrou vida nova,aquele seu sonho cresceu e crescia a cada gargalhada que ela dava,a cada vontade satisfeita,a cada sonho realizado...

É a menininha cresceu.





06 novembro 2007

16 anos


Hoje foi um dia de reflexão para mim.

Relembrei de tantos fatos ocorridos na minha vida, me lembrei da minha cabaninha de índio, da minha fantasia de cigana, me lembrei de como era difícil eu deixar alguém pentear o meu cabelo,me lembrei de todas as amizades que eu perdi com o tempo e as que continuam em minha vida.Me lembrei das palmadas e broncas que recebi quando pequena,e em como elas me ajudaram a ser quem sou hoje.

Tanta coisa na minha memória fica difícil não existir nostalgia neste meu aniversário de 16 anos.


Incrível como as coisas passam rápido nas nossas vidas.Me lembro bem do meu quarto aniversário,de apagar as velhinhas e fazer 3 pedidos...Como as coisas mudaram,e me surpreendo em como o mundo da voltas!


Jamais imaginaria a uns três anos atrás que a minha vida estaria assim. E é por isso que sou muito grata a Deus por ter a família que eu tenho e todas as pessoas especiais na minha vida.


E ao olhar pra frente vejo uma nova etapa da minha vida chegando, algo tão emocionante e ao mesmo tempo tão perigoso.

Eu sei, a muito tempo, que as decisões tomadas agora na minha vida influenciaram e muito no meu futuro... Por isso sei que o meu caminho, sou apenas eu quem pode trilhar, e tenho certeza somente uma coisa: Quero ser feliz de qualquer maneira,do jeito que for.Enfim,do meu jeito!

"Ahh obrigada por todas as pessoas que me desejaram parabéns, e aos que tornaram o meu dia tão especial!"


03 novembro 2007

Luísa


Entrou. Sua casa estava empreguinada com cheiros de sua infância, uma mistura de limpeza com comida feita naquela hora. Tentou avaliar quem estava na sua casa, chamou pela sua mãe, seu pai, até perceber que quem estava ali era a nova empregada, lhe disse "Boa Tarde" e foi ao seu quarto tirar a roupa molhada de chuva.
Luísa nem se importava se estava molhada ou não, o que havia acontecido durante o seu dia, e principalmente durante a chuva lhe rendera com toda certeza lembranças eternas.

Tirou a roupa, vestiu um roupão e foi para o banheiro,ao sentir aquela água quente caindo por todo o seu corpo se lembrou de todos os momentos bons vividos até ali,que felicidade ela sentia dentro de si!
Também depois do muito que sofrerá por Rodrigo era o que ela merecia. Um lindo e emocionante final feliz!

Saiu do banho, cantando pela casa, com os cabelos molhados caindo sobre os ombros,agora por uma água quente e não fria como a da chuva.

Agora o cheiro de sabonete que havia usado durante o banho se misturava com todos os cheiros de sua infância, café, pão fresquinho, comida feita na hora, cheiro de limpeza, tudo ali emocionando a moça e deixando-a mais feliz a cada minuto que passava.

Luísa sentia uma espécie de acréscima por si mesma, sentia se bonita ,com a cor da felicidade em sua pele,com o cheiro de amor em seus cabelos,seu ego aflorado na veias,o desejo brilhando e cintilando em cada parte do seu corpo molhado.

02 novembro 2007

Emocionante

Estava vendo "Por toda a minha vida" do Renato Russo um dia desses,e recomendo,é emocionante!Ele tinha personalidade e escrevia as canções mais bonitas que eu já vi.Ahhh eu gosto muuuito dessa música dele:

Tire suas mãos de mim
Eu não pertenço a você
Não é me dominando assim
Que você vai me entender
Eu posso estar sozinho
Mas eu sei muito bem aonde estou
Você pode até duvidar
Acho que isso não é amor

Será só imaginação?
Será que nada vai acontecer?
Será que é tudo isso em vão?
Será que vamos conseguir vencer?
Nos perderemos entre monstros
Da nossa própria criação?
Serão noites inteiras
Talvez por medo da escuridão
Ficaremos acordados
Imaginando alguma solução
Pra que esse nosso egoísmo
Não destrua nosso coração

Brigar pra quê
Se é sem querer
Quem é que vai nos proteger?
Será que vamos ter
Que responder
Pelos erros a mais
Eu e você


Ahhh e na foto é ele mesmo,Renato Russo!;)