24 outubro 2008

Não é tarde


Não é tarde para olhar para trás.

Todas as nossas risadas, todos os nossos sonhos, todas as nossas brigas, todos os amores, todas as fofocas, as mentiras, as verdades, todos os abraços, os selinhos, todas as fotos, todas as lições, as provas, as notas, as broncas, todos os elogios, todas as advertências, os dias atrasados, as faltas, o banheiro, a foto que da medo, do cheiro de primeiro dia de aula, de todas as borrachas perdidas, dos estojos, das mochilas, dos fichários.


Não é tarde pra lembrar que a maior parte da minha vida esta presa em cada uma dessas paredes,esta aqui,simplesmente gravada.É só olhar, em cada uma delas passa um filme,uma história que fala por si. As paredes daqui sentem a saudade que eu sinto,eu sei.


Ainda é cedo pra esquecer de todas as nossas histórias.Mas a partir de agora,escreveremos um novo livro,ou sabe se lá (?) um novo capítulo.Tanto faz. O que importa agora,é que cada um de nós seguirá o seu caminho,formará a sua estrada.Alguns serão médicos,farmacêuticos,psicólogos,dentistas,professores.Serão pais,serão maridos ou esposas,outros serão...eu não sei.E quem é que sabe?


O futuro vai ser escrito por cada um de nós. Mas eu nunca vou me esquecer dos nossos dias, de vocês.Das nossas manhãs e das nossas tardes.Todos vocês aqui,guardados pra sempre na minha memória.E como alguém um dia disse "O futuro começou ..."