28 dezembro 2007

Agora é com você

Sim.Você cresceu.

Não é mais aquela criança fofinha que todos adoravam apertar as bochechas,não é mais a gorduchinha da mamãe nem a menininha do papai.Não ganha mais presente de dia das crianças.

Não adianta tentar lutar contra isso.O tempo não para pra ninguém.Se lembra quando você chamava os mais velhos de tio(a) e eles odiavam?Pois é,agora todas as crianças que se aproximam de você que te chamam assim:TIA.

Engraçado,agora você não pode mais dizer "Sai daqui,Não gosto de você" para aquela pessoa que você realmente não gosta simplismente por educação.

Você perdeu as amiguinhas da escola e todos os jogos de queimada e de peteca que aconteciam na sua rua não voltam mais.

Nem cair de bicicleta você pode mais!Quando você era criança até que era bonitinho.Mas agora,esquece...

Não adianta chorar pra não ir pra escola,ninguém vai ouvir.E nem adianta querer danoninho depois do almoço...

Acredite.Você cresceu...e muito.

Agora não há mais quem cuide de você,quem te proteja.Você é um pássaro novo fora do ninho,aprendendo a voar.E entenda:Tudo o que você planta agora será colhido futuramente.

Cadê o seu primeiro sutiã?
Cadê aquela boneca que você brincava até a semana passada?
Cadê todos aqueles milhões de lápis de cor que seus pais compraram pra você?
Sumiram.Assim como aquela menininha sumiu.Tudo foi trocado por outras coisas : namorados,beijos,festas,livros,logaritmos,amigas,agendas,música,roupas,tapas,unhas feitas,risos,lágrimas,perguntas e respostas,brigas,vestibular...

1998,1999,2000,2001,2002,2003,2004,2005,2006...Se lembra desses anos?

Todos eles passara,e passaram tão rápido que acho que você nem notou.Tantas emoções novas,tantos momentos inesquecíveis.E agora 2007...esta acabando também. Aí vem um ano novo,um ano em que você vai se tornar ainda mais mulher.

Não cabe mais ninguém em sua vida que te diga qual caminho seguir.E é você quem mais sabe disso.

Agora é com você,agora é só você.
Boa sorte.

27 dezembro 2007

Elis Regina - Como nossos pais

Não quero lhe falar meu grande amor das coisas que
aprendi nos discos
Quero lhe contar como eu vivi e tudo que aconteceu
comigo
Viver é melhor que sonhar, eu sei que o amor é uma
coisa boa
Mas também sei que qualquer canto é menor do que a
vida de qualquer pessoa
Por isso cuidado meu bem, há perigo na esquina

Eles venceram e o sinal está fechado prá nós que somos
jovens
Para abraçar seu irmão e beijar sua menina na rua
É que se fez o seu braço, o seu lábio e a sua voz

Você me pergunta pela minha paixão
Digo que estou encantada com uma nova invenção Eu vou ficar nesta cidade, não vou voltar pro sertão Pois vejo vir vindo no vento o cheiro da nova estação Eu sei de tudo na ferida viva do meu coração Já faz tempo eu vi você na rua, cabelo ao vento, gente jovem reunida Na parede da memória essa lembrança é o quadro que dói mais Minha dor é perceber que apesar de termos feito tudo que fizemos Ainda somos os mesmos e vivemos... Ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais



23 dezembro 2007

Destesto gente normal

Pode parecer mentira, bobeira ou até excentricidade.Mas eu detesto gente comum.

Aquele tipinho de gente que você encontra aos montes nos shoppings,nas filas dos bancos,no supermercado.

Não gosto de pessoas metódicas,que fazem tudo certinho...Aquele tipinho que só faz o que (ou se) uma outra pessoa já fez,aquele tipinho que só vai pra rave porque ta na moda,mas que já foi emo,já foi clubber,já foi gótico já foi de tudo um pouco...

Eu gosto de gente que tem aquela coisa forte no olhar,aquele brilho na personalidade,eu gosto das pessoas que quando falam me convencem também,eu gosto de quem fala o que tem que falar na hora em que sente vontade,eu gosto de quem critica,eu gosto de quem da risada quando tem que rir e quando não tem também,eu gosto dos opostos,eu gosto do esquisito.Me chama atenção e me encanta.

Dizem que a gente procura nos outros o que procura em si mesmo, não sei...mas que gente comum cansa,ahhh isso já é minha realidade a algum tempo!

16 dezembro 2007

E era natal...



É.Era natal.
Impressionante como os dias daquele ano passaram voando.Clarisse pouco se importava com o natal.Não acreditava nessas basbaquices de compreensão,carinho e harmonia no natal.Ela acreditava que se isso podia acontecer na vida das pessoas todos os dias porque só no natal elas faziam votos de caridade?Pura hipocrisia.

Incrível,vivemos num país tropical,no natal sempre faz um calor infernal,porque que aquele trouxa do Papai Noel fica com aquela roupa de frio?


E para piorar as coisas,adivinhe só em qual dia nossa Clarisse havia nascido? Sim,NATAL.Ela odiava desde sempre o natal.Queria dormir no dia 24 de dezembro e acordar só do dia 1 de janeiro.

Justo no dia de seu aniversário, o dia que ela mais necessitava meditar para manter em harmonia os eu mal humor(Sim,Clarisse era muito mal humorada!) com a vida sua casa estava lotada de parentes escandalosos,que davam risada por tudo,crianças pentelhas que mexiam em suas coisas,aquele cheiro de pernil no ar,aqueles brinquedos todos espalhados pela casa,aquela confusão,aquele entusiasmo peculiar,aquela confusão,aquela barulheira...

Para ela bastava.

Não queria mais natal,queria uma casa de sapê,queria um barraco,queria uma câmera de gás....Que inferno era o natal de Clarisse.Será que todos haviam esquecido que aquele era SEU dia?Ela só queria paz no SEU dia,só isso.

Brigou com os pais,com o irmão,mandou o namorado pastar ,xingou a madrinha de barraqueira,deu uma cotovelada em seu sobrinho."Cadê a magia do natal?SUMIU"Disse Clarisse bem alto para que todos escutassem e foi se embora pela rua,sozinha,só ela e Deus.Rindo sozinha imaginou o quanto as pessoas estranharam o que fez."Coitados não sabem de nada...Mandei o espírito natalino pro inferno!".Disse Clarisse.E continuou caminhado.Sozinha.Como sempre quis.

É e era natal...


14 dezembro 2007

Nada funciona sem você aqui

"Você nunca vai me ver sofrer e não vai conseguir me fazer chorar.Na minha vida você não fica mais!"Disse isso pra te convencer e me convencer ,disse que eu nem ligava em te perder,que pra mim tanto faz...

De primeiro em nem liguei,deu vontade de dar risada,dançar,me divertir.Só quando eu cheguei em casa eu notei,que você não estava lá pra me esperar com o seu olhar preocupado.Fui dormir,mas eu ainda fiquei esperando o seu telefone como o de todas as noites pra me dizer Boa Noite.

Foi só nessa hora que eu me toquei que tinha te perdido.

Eu descobri que nada funciona sem você aqui,fico confusa,sem rumo,eu digo que não mas eu te amo sim e sem você não sei nem me virar!

Impulso de momento,não sei mais o que fazer.Estou morrendo de saudades de você...do seu carinho,do seu colo...

E só agora eu entendi,que o nosso amor não vai nunca acabar!

13 dezembro 2007

Imoral,ilegal ou engorda?

Estive pensando.

Incrível como algumas pessoas julgam as outras como: fútil, vagabundo, indecente, idiota, burro, ignorante, egoísta, decadente, perdedor, imoral ou qualquer outra coisa quem apenas faz o que manda o seu coração!

Será que tudo o que gostamos é ilegal, imoral ou engorda?Será que tudo o que é bom ou o que se gosta de fazer é considerado sujo, ilegítimo, ilegal ou imoral por alguém nesse mundo?

Se você for pensar antes de fazer algo no que as pessoas vão pensar no final você vai acabar fazendo absolutamente nada!

Inveja?Falta de capacidade?Falta de originalidade?Falta de vergonha na cara?Falta de concepção?Falta de pensar?Não sei!

Mas realmente cheguei a uma conclusão: Felicidade para algumas pessoas é imoral.

Tá,tudo bem,já que é assim a partir de hoje serei imoral,a mais imoral de todas!

Sejamos todos imorais!

Viva a essa grande imoralidade, a FELICIDADE!O bem estar consigo mesma, de dentro para fora, o ego de viver sendo você mesma!

Porque só faço e falo o que meu coração manda, o ônibus esta quase passando, e como dizia cazuza "O tempo não pára!"



30 novembro 2007

Auto-Descrição

Por mais que eu tente me definir acho que nunca vou conseguir. Quando nos damos qualidades e defeitos se perde um pouco da graça de descobrir como as pessoas são por dentro.

Além do mais,ninguém nunca se descreve como realmente é.Cada pessoa sabe o que tem verdadeiramente dentro de si.Sabe das suas vontades,seus desejos,seus rancores,suas alegrias.Sabe dos seus sonhos mais profundos e das suas vontades mais proibidas.

E essa a mágica de viver,é maravilhoso ir descobrindo aos poucos os sonhos,as manias das pessoas que gostamos...acho que ai esta a magia dos relacionamentos amorosos e até mesmo entre amigos,pais e filhos...

Quem se define sempre perde algo de si,como se ela estivesse contando somente a metade da história,sem chegar ao final.Por fora não sei como sou ,apenas imagino o que pensam de mim,o que no final das contas pouco me importa.Por dentro sou algo somente meu,um mistério,uma vida,uma alma,um mundo.

Cada pessoa tem um mundo dentro de si,aí esta a graça de viver!

29 novembro 2007

Exagerado



Amor da minha vida
Daqui até a eternidade
Nossos destinos foram traçados
Na maternidade
Paixão cruel, desenfreada
Te trago mil rosas roubadas
Pra desculpar minhas mentiras
Minhas mancadas
Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado
Eu nunca mais vou respirar
Se você não me notar
Eu posso até morrer de fome
Se você não me amar
Por você eu largo tudo
Vou mendigar, roubar, matar
Até nas coisas mais banais
Pra mim é tudo ou nunca mais
Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado
Que por você eu largo tudo
Carreira, dinheiro, canudo
Até nas coisas mais banais
Pra mim é tudo ou nunca mais
Cazuza

21 novembro 2007

A vida NÃO é um ensaio!


Não é fácil esquecer que as coisas infelizmente acabam,que o tempo passa, e que a vida pode não ser o que nós realmente esperamos.

O tempo não para pra ninguém, nem para mim nem para você.E,afinal é difícil aceitar isso.Nossas atitudes de hoje influenciam e mudam o nosso futuro amanhã.

Quem dera que tudo fosse programado ao nascermos. Imagine se uma criança ao nascer fosse avisada que seria muito feliz, teria uma família unida e que nunca seria prejudicado por outro alguém.Ou, que uma criança ao nascer fosse avisada que sofreria muito de fome,dor,maldades.

De certo a vida não é assim, pois uma coisa pré-programada tiraria a magia de "viver",de tornar REAL os nossos sonhos mais impossíveis.E é por isso que nada aqui é fácil,pra ninguém.

Algumas pessoas têm mais oportunidades, mas TODOS nós temos a mesma chance. A de ser feliz!A felicidade ao qual cito não é a material, mas sim a mental. O estado felicidade, mesmo que seja por apenas alguns instantes.


Nossas atitudes influenciam no nosso futuro sim, e todos nós temos a capacidade de sermos felizes!Porque nada que fazemos aqui nesse mundo é feio, nem indigno. Nós não estamos aqui ensaiando, a vida é uma grande peça teatral e SEM ensaios!

Por isso acredite: feio mesmo é não buscar essa tal Dna. Felicidade!

16 novembro 2007

Ponto e vírgula

Há muito não se viam.Chegava a ser triste como o grande amor que viveram havia se transformado em apenas lembranças.Antes estudavam na mesma escola,se viam todos os dias,o amor foi crescendo,aos pouquinhos,a cada dia.

Ele era bem mais velho que ela,e ela amava isso.Impressionante como as mulheres procuram em um homem a imagem de segurança,conforto,resumido a imagem de um pai.

Juraram amor eterno,e sim ela aprendeu muito com ele,ele não,já sabia de todos os jogos e manhãs da vida.Foi com ele também que ela aprendeu a sofrer.

Depois de algum tempo,ele terminou a escola e ingressou na faculdade,ela continuou estudando.Já na se viam todos os dias,e tudo aquilo que aprenderam juntos ficou perdido no tempo,carente de desejo,de amor,de compreensão.

Passaram-se meses,anos.Muitas coisas aconteceram na vida dos dois.Até que um dia ele sentiu muita saudade dela,dos seu amor,do seu carinho.A sua vidinha noturna acabará,as baladas,os amigos,os montes de mulheres.Nada daquilo tinha mais graça pra ele.Resolveu ligar pra ela.Ela ,sentada na sala ouve o telefone tocar.Atendeu.Quis saber quem era.Perguntou.Aquela voz era familiar e lhe causava frio na barriga."Sou eu",ele respondeu.Era ele aquele que mesmo depois de tanto tempo fazia seu coração bater acelerado.Ele,seu primeiro namorado.Tentou esconder a animação com um"-Ah,é você.Como vai?",ele nervoso respondeu que estava bem e queria vê-la pois estava com saudades,ela aceitou dizendo que agora sim colocaria um ponto final na história dos dois.

Se encontraram no cinema e lá todo aquele amor que estava guardado em uma espécie de caixinha voltou a tona.Mas agora era ela quem estava no domínio da situação.

Antes de se despedirem ele perguntou: "-Então,esse é o ponto final da nossa história ou apenas uma vírgula?Ela com um sorriso no estampado no rosto responde : "-Digamos que seja um ponto e vírgula";

14 novembro 2007

Cortar o Tempo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra
vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.




09 novembro 2007

Era uma vez

Era uma vez uma mulher e um homem que se casaram e tiveram uma filhinha.

A filhinha deles não era diferente de nenhuma outra menina,era apenas ela,essencialmente.

Andando sem pensar no que acontecia,sem pensar em mudar,sem nem entender o porque.

Até que apareceu um principe,grande principe aquele,ele estava mais pra um chato de um sapo.E cada sonho que ela tinha,o principe tratava de destruir,e aquilo ia crescendo,seu coração não era suprido do amor que ela nescessitava.Sua vontade era fugir...mas fugir pra onde?

Sempre era assim,a menininha queria agradar aos outros,mesmo fazendo o que não gostava,tentando sempre conseguir o melhor das pessoas.Se apaixonava e sempre quebrava a cara,confiava nas pessoas e sempre era traida.Até que um dia seu castelo de cartas marcadas caiu.Seu mundo caiu,sua vida,seus sonhos...tudo por água a baixo.Que vida vulgar era aquela?O que ela estava fazendo?

E,naquele dia ela resolveu mudar,e fazer TUDO o que ela queria fazer!Se livrou daquela vidinha que levava,e via graça em tudo o que fazia. O ar que respirava lhe dava mais vontade de viver,e tomando banho de chuva sentia toda a sua vida aflorada em cada centimetro de seu corpo.
Encontrou vida nova,aquele seu sonho cresceu e crescia a cada gargalhada que ela dava,a cada vontade satisfeita,a cada sonho realizado...

É a menininha cresceu.





06 novembro 2007

16 anos


Hoje foi um dia de reflexão para mim.

Relembrei de tantos fatos ocorridos na minha vida, me lembrei da minha cabaninha de índio, da minha fantasia de cigana, me lembrei de como era difícil eu deixar alguém pentear o meu cabelo,me lembrei de todas as amizades que eu perdi com o tempo e as que continuam em minha vida.Me lembrei das palmadas e broncas que recebi quando pequena,e em como elas me ajudaram a ser quem sou hoje.

Tanta coisa na minha memória fica difícil não existir nostalgia neste meu aniversário de 16 anos.


Incrível como as coisas passam rápido nas nossas vidas.Me lembro bem do meu quarto aniversário,de apagar as velhinhas e fazer 3 pedidos...Como as coisas mudaram,e me surpreendo em como o mundo da voltas!


Jamais imaginaria a uns três anos atrás que a minha vida estaria assim. E é por isso que sou muito grata a Deus por ter a família que eu tenho e todas as pessoas especiais na minha vida.


E ao olhar pra frente vejo uma nova etapa da minha vida chegando, algo tão emocionante e ao mesmo tempo tão perigoso.

Eu sei, a muito tempo, que as decisões tomadas agora na minha vida influenciaram e muito no meu futuro... Por isso sei que o meu caminho, sou apenas eu quem pode trilhar, e tenho certeza somente uma coisa: Quero ser feliz de qualquer maneira,do jeito que for.Enfim,do meu jeito!

"Ahh obrigada por todas as pessoas que me desejaram parabéns, e aos que tornaram o meu dia tão especial!"


03 novembro 2007

Luísa


Entrou. Sua casa estava empreguinada com cheiros de sua infância, uma mistura de limpeza com comida feita naquela hora. Tentou avaliar quem estava na sua casa, chamou pela sua mãe, seu pai, até perceber que quem estava ali era a nova empregada, lhe disse "Boa Tarde" e foi ao seu quarto tirar a roupa molhada de chuva.
Luísa nem se importava se estava molhada ou não, o que havia acontecido durante o seu dia, e principalmente durante a chuva lhe rendera com toda certeza lembranças eternas.

Tirou a roupa, vestiu um roupão e foi para o banheiro,ao sentir aquela água quente caindo por todo o seu corpo se lembrou de todos os momentos bons vividos até ali,que felicidade ela sentia dentro de si!
Também depois do muito que sofrerá por Rodrigo era o que ela merecia. Um lindo e emocionante final feliz!

Saiu do banho, cantando pela casa, com os cabelos molhados caindo sobre os ombros,agora por uma água quente e não fria como a da chuva.

Agora o cheiro de sabonete que havia usado durante o banho se misturava com todos os cheiros de sua infância, café, pão fresquinho, comida feita na hora, cheiro de limpeza, tudo ali emocionando a moça e deixando-a mais feliz a cada minuto que passava.

Luísa sentia uma espécie de acréscima por si mesma, sentia se bonita ,com a cor da felicidade em sua pele,com o cheiro de amor em seus cabelos,seu ego aflorado na veias,o desejo brilhando e cintilando em cada parte do seu corpo molhado.

02 novembro 2007

Emocionante

Estava vendo "Por toda a minha vida" do Renato Russo um dia desses,e recomendo,é emocionante!Ele tinha personalidade e escrevia as canções mais bonitas que eu já vi.Ahhh eu gosto muuuito dessa música dele:

Tire suas mãos de mim
Eu não pertenço a você
Não é me dominando assim
Que você vai me entender
Eu posso estar sozinho
Mas eu sei muito bem aonde estou
Você pode até duvidar
Acho que isso não é amor

Será só imaginação?
Será que nada vai acontecer?
Será que é tudo isso em vão?
Será que vamos conseguir vencer?
Nos perderemos entre monstros
Da nossa própria criação?
Serão noites inteiras
Talvez por medo da escuridão
Ficaremos acordados
Imaginando alguma solução
Pra que esse nosso egoísmo
Não destrua nosso coração

Brigar pra quê
Se é sem querer
Quem é que vai nos proteger?
Será que vamos ter
Que responder
Pelos erros a mais
Eu e você


Ahhh e na foto é ele mesmo,Renato Russo!;)

31 outubro 2007

Todo amor que houver nessa vida.


Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia
E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida

E se algum veneno antimonotonia
E se eu achar a sua fonte escondida
Te alcance em cheio o mel e a ferida
E o corpo inteiro feito um furacão
Boca, nuca, mão, e a tua mente, não
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria

Cazuza

30 outubro 2007

Falsas palavras

Ás vezes nós acreditamos que temos amigos de verdade, mas amigos realmente verdadeiros, aqueles que se pode confiar de olhos fechados, nós não achamos por acaso, nem em qualquer lugar. Falo isso por experiência própria pois já sofri muito por acreditar em falsas amizades e até mesmo falsos amores. É dificíl para mim acreditar que as pessoas possam realmente disfarçar um sentimento muitas vezes de ódio com um "eu te amo ", ou disfarçar uma antipatia com uma"Você é minha melhor amiga". Já pensei diversas vezes em como as pessoas podem ser suficientemente falsas pra acabar com a vida de outras, mas venho suspeitando que as coisas podem ser muito piores do que eu imaginava.

Sei que é horrivel admitir isso, mas devido à um bando de gente falsa por aí, é bem mais fácil acreditar apenas em si mesmo, porque somento nós conhecemos o que tem aqui por dentro, já nos outros... E já dizia o velho ditado:"Nem tudo o que reluz é ouro."

29 outubro 2007

Reforma Agrária: uma realidade?

CANDIDO PORTINARI, Retirantes (Retirantes), 1944
Candido Portinari - Retirantes, 1944


Estudos Diversificados II – Marcelo Nerling
Gabriela Simões – 7555311
Reforma Agrária: uma realidade?
“Essa cova em que estás com palmos medida, é a conta menor que tiraste em vida. É de bom tamanho, nem largo nem fundo, é a parte que te cabe deste latifúndio. Não é cova grande, é cova medida, é a terra que querias ver dividida.” É com um trecho da música do compositor Chico Buarque que eu começo esse artigo. O assunto Reforma Agrária pode assustar a muitos, pois o que se passa na mídia é algo, realmente, assustador. Mas vamos tentar entender o que é a Reforma Agrária.

O capítulo III da Constituição/88 traz o artigo 184 que fala: Compete à União desapropriar por interesse social para fins de reforma agrária, o imóvel rural que não esteja cumprindo sua função social (...). Ou seja, a Reforma Agrária tem por objetivo efetuar a distribuição de terra para a realização da função social. Ela deve ser feita pelo governo e é um direito de quem precisa de terras para sobreviver (cultivo familiar, ou para venda). Isso é um direito Constitucional e que tem que ser cumprido.

Entretanto, a realidade é outra. No país dos sem-terra, quase 60% das áreas pertencem a menos de 3% dos proprietários, é o país que responde por um dos maiores índices de concentração de terras no mundo. Sem contar que os movimentos sociais rurais têm tido cada vez menos espaço na mídia e na agenda governamental, não ouvimos nos debates da última eleição para presidente nada sobre a Reforma Agrária. Ela só aparece quando um acontecimento excepcional tem potencial para desqualificar sua atuação, como por exemplo, a “invasão” da fazenda da Cutrale.

Os Projetos de Assentamentos (PAs) rurais muitas vezes são paralisados por conta de CPIs contra o movimento social rural. Dos projetos criados antes de 2002 quase 33% ainda estão nas etapas iniciais da constituição. Esse atraso nos mostra, além de questões mais complexas, a insuficiência de políticas públicas. Se houvesse programas eficientes para a questão agrária não haveria tantos movimentos sociais e tanta gente ainda sem terra.

O Movimento dos Sem Terra (MST) é um ótimo exemplo de movimento social para a Reforma Agrária que vem dando certo, apesar de muita confusão. No interior de São Paulo, na cidade de Iaras, existem membros do MST já com as suas terras, produzindo legumes, verduras e frutas para o próprio uso e para venda também. Pessoas que conseguiram realizar o sonho de ter um pedaço do latifúndio mencionado por Chico Buarque, pessoas que não abaixam a cabeça quando são chamadas de invasores pela mídia, pessoas que plantam e colhem para sobreviver.

O que fica de lição não é só saber sobre um dos muitos problemas que acontecem no Brasil, mas sim deixar claro que tudo pode acontecer quando nós, cidadãos, conhecemos nossos direitos. Temos e devemos que ir atrás de nossos direitos, saber o que a Constituição de 1988 nos oferece, porque assim estaremos exercendo o papel de cidadão.

Gabriela Simões
Graduando o Curso de Gestão de Políticas Públicas da Universidade de São Paulo

17 outubro 2007

Silêncio



Hoje acordei com a alma silênciosa,e é ele,o silêncio, que eu mais quero no meu dia...

"E naquele dia,o silêncio entre nós era tudo o que tinhamos...Nós em um momento tão nosso não iriamos desperdiçar palavras..."

09 outubro 2007

Nem o Papai Noel me entendia!

Hoje enquanto almoçava comecei a me lembrar da minha infâcia...Não foi a melhor infância do mundo,eu não podia brincar de esconde-esconde na rua,nem de pega,taco,peteca,essas coisas...Aliás eu podia,desde pequena eu não faço nada que não quero mas,eu sabia,desde quando um carro quase passou por cima de mim que era MUITO perigoso.

Eu não era um exemplo de criança de propagandas,era mirradinha,emburrada,mas sinceramente era muito feliz!

Nas peças eu me vestia de bíquini de bolinha amarelinho,e nas festas juninas sempre dançava com um menino que fazia xixi na roupa.AÍ COMO EU ADORAVA MINHA ESCOLA!(uma realidade bem diferente da que eu vivo atualmente mas enfim).

E justamente hoje,no meio de tanta nostalgia me lembrei de uma certa vez que eu fui no shopping com meus pais porque eu queria falar de qualquer jeito com o Papai Noel.Bom,eu odiava os palhaços mas o Papai Noel?Esse sim era um cara Legal .Sentei no colinho dele e pedi para que ele me desse um irmãozinho e pedi também para que ele me desse uma outra casa em um desses lugares calminhos,pra que eu pudesse sair na rua e brincar a hora que eu bem entendesse.
O babaca do Papai Noel simplismente deu aquela risadinha tosca dele HOHOHO ,disse "QUE DIVERTIDO!" me deu uma balinha daquelas que a gente compra aos pacotes nas lojas de 1,99 e disse que SIM,que me daria o que eu pedi.

Eu queria conversar mais com o ele,saber como era a vida dele no Pólo norte,saber se ele era feliz com a Mamãe Noel,mas não me deram tempo,logo tive que sair do colo dele pra que outra criança se sentasse nele.

Naquele momento senti que meu mundo tinha acabado.Pensei que aquele velhinho de barbas brancas pudesse que entender.Pois é,nem ele me entendia.Foi nesse dia que me revoltei com o natal...E disse para o meu pai"-Não quero nunca mais ver esse tal de Papai Noel do shopping,prefiro você Paizinho."No natal que isso aconteceu eu não ganhei nem a casa que eu pedi,nem o irmãozinho.Mas sim ganhei um patinete irado!hahahahaha

Bom,pelos menos naquela época só o Papai Noel não me entendia...Hoje sinto que NINGUÉM me entende!

QUE SAUDADES!

02 outubro 2007

Matando o drama que existe em todos nós.

Reclamar é bom né? Pra você tão incapaz de fazer algo pra mudar a sua vida.O seu dia ta uma merda,seu mês ta uma droga o seu ano ta um lixo...
Você é a pessoa mais injustiçada do mundo,tadinha... você vive pensando que você é pobre demais, sozinha demais,falante demais,tímida demais, triste demais,gorda demais, magra demais, burra demais, culpada demais, cansada demais, tudo demais.


Não sabe dançar,não sabe cantar,não sabe fazer a prova,não sabe lidar com as pessoas,não entende seus pais,não entende seu namorado,não anda bem com seus amigos,não sabe dizer não,ainda gosta daquele trouxa que não ta nem ai pra você,não sabe se apaixonar,não sabe viver,não sabe de nada,nada...fugir?Já não pode...

Sem garoto,sem mina,sem oportunidade,sem nada...PARE DE SER IDIOTA e caia na real...


Mate já o drama que há em você.Chega de tanta auto piedade,de cair nesse mesmo conto ,goste de você mesmo ACIMA de tudo...

Porque no final das contas bom mesmo é lutar pelos nossos objetivos,pelos nossos sonhos sem abaixar a cabeça pra nada...
E siga em frente,a vida é isso,e é agora!

21 agosto 2007

Não quero ver você triste

Olha,vamos sair?!
Pra que saber onde ir?!
Só quero ver você sorrir.
Enxuga a lágrima,não chore mais.
Olhe que céu azul!
Azul até demais.
Esquece o mal,pense só no bem.
Que assim a felicidade um dia vem.
Agora uma canção,canta pra mim?!
Não quero ver você tão triste assim.

[Erasmo Carlos e Marisa Monte] =D

Canção para um grande amor



Mas agora vai
Deixa o vento te seduzir
Deixa o novo sonho te invadir
E não volte nunca mais aqui pra me esperar
Mas agora vaiLança teu destino em outro mar
Não recues nunca pra ancorar
Nunca pra duvidar
Deixa o sol queimar a tua pele
Deixa o céu forrar a tua cama deixa amanhecer
Tua chama, teus desejos
Mas agora vai
Porque há vida em outra dimensão
Porque há paz no outro coração
Porque com a gente não!
Porque com a gente não?
Mas agora vai
Buscar os novos horizontes
Pousar no colo de outros ombros
Saciar a sede do teu corpo louco
Deixa o sol queimar a tua pele
Deixa o céu forrar a tua cama deixa amanhecer
Tua chama, teus desejos
Vai pra sempre vai
ser feliz é uma estrada sem fim
Tens a força que eu nunca atingi
Tens a dor mas ainda sei que tens a mim
Deixa o sol queimar a tua pele
Deixa o céu forrar a tua cama deixa amanhecer
Tua chama, teus desejos



Isabella Taviani

16 agosto 2007

Antes Antipática do que falsa


Por que algumas pessoas consideram antipático,anti-social, egocêntrico, ignorante, individualista aquele que não finge gostar de todo mundo e não jura amor eterno a quem não gosta?

Bom,tem gente que é assim mesmo.Quando gosta,gosta e quando não gosta não gosta e ponto final.E eu sou uma dessas pessoas.

Posso te tratar bem,ser muitíssimo educada mas nem por isso morrer de amores por você.Não podemos confundir falsidade com má educação né?

Talvez por isso algumas pessoas me considerem um tanto quanto antipática e até um pouquinho mal humorada.Mas não espero que ninguém me compreenda porque no final das contas bom mesmo é não fazer média com ninguém e ser feliz do jeitinho que a gente é .

Se ser antipática é não dizer que amo a todos que me rodeam sem ao menos conhecer:

SIM SOU ANTIPÁTICA!


30 julho 2007

Autoapaixonante


Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez,geralmente antes dos 30 anos.

Não contaram pra nós que amor não é acionado nem chega com hora marcada.

Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo.

Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável.

Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um", duas pessoas pensando igual, agindo igual, que isso era que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável. Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos.

Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto. Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas. Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo prá gente. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém."

Marta Medeiros

24 julho 2007

Simplesmente amor


" - Tinha suspirado,Tinha beijado o papel devotadamente! Era a primeira vez que lhe escreviam aquelas sentimentalidades,E o seu orgulho dilatava-se ao calor amoroso que saía delas,como um corpo ressequido que se estira num banho tépido;Sentia um acréscimo de estima por si mesma,E parecia-lhe que entrava enfim numa existência superiormente interessante,Onde cada hora tinha o seu encanto diferente,Cada passo conduzia a um extase,E a alma se cobria de um luxo radioso de sensações."






[Eça de Queiroz, O Primo Basílio]

20 julho 2007

Falsidade Social

Convenhamos. Amor é amor. Amizade é amizade e falsidade é INVEJA.E inveja,na minha opinião, é fruto da nossa própria falta de competência!

Tem coisa pior do que esse amor falso que ronda todos os dias nosso ciclo de amigos?As pessoas que mal te conhecem te chamam de querida (o) e não economizam em dizer que te amam (o tempo todo!). Sem parar, sem ao menos pensar no que estão dizendo e sem SENTIR (o que pra mim é o mais importante) o que é o amor?

Amor é algo muito maior do que isso, muito além das palavras, é algo que a gente vai construindo com o tempo, através de atitudes que incluem carinho, afeto, AMIZADE, conforto, apoio.

Hoje em dia todo mundo ama todo mundo, Acho que ta na moda. A moda do “Te amo”.

Será que está na moda ser meigo? Ou será que esta na moda ser falso? Eu sei que você ama muita gente(e eu também!) e tenho certeza que muita gente também te ama.Mas vamos combinar que aquela fulaninha que mal fala contigo não te ama MESMO !

Porque sorrir é bom e todo mundo gosta, mas sorriso falso (aquele sorriso de metrô)pra mim, é pior que cara feia!